Visite o site Que mais cresce Neonsat Oficial.

Visite o site Que mais cresce Nuclear Shop.

Qualidade e preço baixo é aqui no ReceptorHDTV.COM.

Qualidade de som e imagem é Freesky Maxx 2 .

Shopazamerica orgulho se vender barato e entregar rapido.

Qualidade de som e imagem é Freesky Maxx 2 .

http://www.freesky.tv/

Conheça o site oficial da Marca Freesky com seus lançamentos.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Conheça os novos 5 canais em HD da Claro TV.




OS 5 NOVOS CANAIS EM HD DA CLARO.

Os novos canais hd da Claro TV estrearam de forma conjunta, em meados de novembro, assim como ocorreu no mesmo mês ano passado.  

O PFC HD é o mais lendário de todos, pois desde o começo do ano passado o canal já opera no satélite, sendo acompanhado por quem usa sistema piratas para ver TV. 

Como o PFC HD já está no satélite, não é um dos cinco canais que estão em teste.

 O outro canal que há tempos era para ter entrado é o SONY HD, que agora chega com pelo menos um ano de atraso desde a primeira vez que a Claro TV tentou negociar com a programadora.

O BBC HD é uma surpresa dos últimos meses, e chega para trazer mais uma opção para séries e conteúdo de qualidade. O ESPN Brasil HD chega com um gostinho de decepção  pois a Claro já teve o canal (sendo pioneira) e também foi a primeira a tirá-lo da grade no pós olimpíadas.


Ainda mais dois canais em teste, abrindo possibilidades tanto para os velhos conhecidos (leia-se History HD, AXN HD, p.ex) ou para as novidades do mês de novembro: 

Discovery HD (que talvez apenas substitua o HD THEATER em todas as operadoras), Telecine Cult (pouco provável, pois os FUN HD e Touch HD nunca estrearam na Claro). Mas esse parágrafo é de meras especulações, apenas para que possamos discutir e imaginar quais serão.

 Mas se por um lado temos como certa a entrada de pelo menos 6 canais em HD no próximo mês, temos também uma notícia um tanto quanto estranha...

 você que acompanha nosso blog deve saber que a Claro TV está com cerca de 5 canais SD em teste também. Se formos sensatos, podemos imaginar que se tratem dos canais de TV aberta que irão chegar já no início do mês, graças a nova Lei. Pois bem, não é o que dizem os boatos por aí. 

Segundo o @infoclaroTV, uma conta no Twitter que às vezes acerta previsões de novos canais, esses canais SD em teste seriam nada menos que: Globosat SD, OFF SD, Bis Multishow SD... será? Você deve estar assustado com isso, pois o pensamento que vem é: esses canais nem existem! 

Pois bem, isso não é um problemas, pois os canais Telecine SD e o Gloob SD por exemplom também não existem. O que existe é uma retransmissão de seu sinal HD de uma forma que os assinantes SD possam assistir a mesma programação.

A pergunta é: isso ocupa espaço no satélite? Isso gasta banda de transmissão? Se a resposta for sim, e a Claro TV realmente resolver fazer isso, nem sei o que dizer. 

Pois se não há muito espaço para um Discovery Science, Civilization, e tantos outros canais SD há muito pedidos, para que encher a grade dessa forma?

Mas se a resposta for não, parabéns para a Claro TV que estaria arranjando uma forma barata de deixar seus assinantes SD ainda mais felizes e ter a grade mais completa do Brasil nesse quesito.
Vamos aguardar...




Review do Windows 8: uma análise do novo sistema da Microsoft.



Review do Windows 8: uma análise do novo sistema da Microsoft.

Esta semana a Microsoft, finalmente, lança o Windows 8.

 Na verdade, quem tem acesso a uma assinatura MSDN ou TechNet e alguns parceiros tiveram acesso à versão final do Windows 8 em agosto deste ano. 

Eu tenho usado o Windows 8 desde então. 

Ainda não migrei definitivamente, mas não porque o sistema seja ruim e sim porque estou atualizando o meu desktop e só quando terminar o upgrade é que vou usar o novo sistema exclusivamente.

No mês passado li um comentário na Internet bastante interessante: “O Windows 8 não é um desejo, é uma necessidade! 

Mas não para você, usuário, para a Microsoft”. Este comentário resume a importância do sistema para a gigante do software.

 Depois de ver o sucesso absoluto dos tablets e das companhias que apostaram no mercado como a Apple e o Google, a empresa de Bill Gates resolveu reagir.

Nesta análise rápida vou destacar alguns pontos importantes do novo sistema e aproveitarei para dar algumas dicas para resolver alguns probleminhas do novo sistema.

Instalação – A instalação do Windows 8 é a mais simples possível. Basta escolher idioma, teclado etc. 

E a instalação começa com muito pouca intervenção do usuário. É praticamente só ficar apertanto a tecla ENTER. 

Um detalhe importante, no Windows 8 a instalação só prossegue se você tiver a chave do produto (no Windows 7 é possível colocar a chave de produto mais tarde).

A instalação é muito rápida e finaliza com uma etapa de personalização, onde se escolhe nome do computador, esquema de cores e um pacote de configurações expressas para acelerar o processo.



 Para aproveitar todas as vantagens da integração do sistema com a Internet, pede-se e-mail/senha da sua Conta na Microsoft. 

Se o usuário não tem essa conta, pode criar uma ou ainda usar uma conta local que funciona normalmente sem a sincronização com a Internet.

Nova Interface – Ao término da instalação aparece a nova interface do sistema, claramente voltada para tablets, batizada de Metro.

Para acessar um menu com opções de Pesquisa, Compartilhamento, Tela Inicial, Dispositivos e Configurações, deslize o mouse para o canto superior direito da tela.

A nova interface é, definitivamente, a característica que mais causa controvérsias sobre o sistema. 

Os quadrados/retângulos chamados de Blocos que são programas ou atalhos para programas.

 Mas um Bloco também pode ser uma pasta ou um link para uma Biblioteca.

 Mas tente criar um Bloco para um arquivo PDF importante ou uma música! Se souber como fazer de forma simples (ou até complicada), por favor, me explique, OK?

A intenção é boa: colocar na tela inicial blocos mais importantes (alguns deles exibindo informações relevantes).

 Para quem vai usar o Windows 8 em um tablet parece ser interessante. 

Mas quem tem não tem um PC “sensível ao toque”, não vai gostar da nova interface. 

O mouse tem que “viajar” muito na tela e o botão direito perdeu muitas funções. Neste caso o melhor é entrar logo na Área de trabalho.

A Área de Trabalho do Windows 8 é quase igual à do Windows 7.

 Com exceção de um detalhe importantíssimo: não existe mais o botão Iniciar! 

Na verdade, isso faz sentido. O botão Iniciar do Windows 8 foi substituído pela Tela Inicial. 

O problema é que muita gente (inclusive eu) não se sente confortável com a eliminação! 

Para quem não quer ficar sem o botão Iniciar sugiro dois programas que restauram o mesmo: Start8 (pago) e o Classic Shell (gratuito).


 Ambos funcionam muito bem, com uma pequena vantagem para o Start8.

Aplicativos – Ainda existem poucos aplicativos desenhados especificamente para o Windows 8.

 Isso deve mudar rapidamente após a adoção em massa do sistema.

 Na Tela inicial do Windows 8 existe um bloco que aponta para a loja de aplicativos da Microsoft (onde será que eu já vi esta ideia?).


 Alguns são gratuitos, outros tem preço bem bacana. Vale a pena dar uma pesquisada.

Novidades – O Windows 8 vem com uma série de avanços em relação ao Windows 7. 

Alguns são bem visíveis como o novo Gerenciador de Tarefas que permite um controle mais simples do computador. 

O antigo Windows Explorer, agora batizado de Explorador de Arquivos, ganhou uma barra (“ribbon”) semelhante à do Paint e do Office.

No quesito segurança, é bom lembrar que o Windows 8 incorporou o antivírus da Microsoft, Security Essentials, dentro do Windows Defender. 

Ou seja, após a instalação do Windows 8 (e atualização, é claro) sua máquina já contará com uma proteção básica contra vírus.

Uma ótima novidade é a nova versão da Restauração do Sistema. Agora existem duas opções facilmente acessíveis através do menu de Configurações.

 A primeira é "Atualizar PC sem afetar os arquivos" que permite uma reinstalação do Windows sem a perda dos arquivos de dados. A outra é "Remover tudo e reinstalar Windows".

 Essa apaga tudo da máquina e começa “do zero”. É radical, mas, em alguns casos, pode ser a única saída. 

Tem muito “técnico” de manutenção que vai perder o emprego!
Recursos escondidos –

 A Microsoft aproveitou também para atualizar o sistema no que diz respeito a hardware. 

O Windows 8 tem drivers nativos para USB 3.0 e uma nova versão do DirectX e Direct3D que aceleram bastante o desempenho gráfico do sistema.

 Além disso, forma incluídos recursos para aproveitar melhor os modernos processadores do mercado e gerenciar a memória RAM.

Conclusão – Ainda não acho que o Windows 8 é o sistema ideal. Tem muitos acertos, mas pode melhorar, e bastante. 

Do jeito que está, a impressão que fica é de um sistema “híbrido”, que foi feito para tablets, mas também pode ser usado num PC.

 Não é o ideal, mas é o que se pode oferecer neste momento de transição para a era pós-PC.

Créditos ao techtudo.


Seguidores